Você lembra das mulheres frutas que fizeram sucesso nos anos 2000?

Atualmente algumas delas não estão mais na profissão de dançarina já outras ainda continuam causando nas redes sociais e chamam atenção por onde passam, a revolução das mulheres frutas aconteceu nos anos 2000, no começou o sucesso foi gigantesco, elas não eram conhecidas pelo nome verdadeiro e sim pelas frutas que se auto denominaram.

Vamos lembrar aqui de cinco dessas mulheres que fizeram muito sucesso por onde passavam.

1- Mulher Melancia

O nome verdadeiro dela e Andressa Soares, podemos dizer que ela foi a primeira mulher fruta a ficar conhecida no Rio de Janeiro, a dançarina já era famosa por ser a musa da dança do créu, chegou a posar em revistas adultas e hoje ainda causa bastante quando aparece nas suas redes sociais, atualmente ela trabalha com uma loja virtual.

2 – Mulher Moranguinho

Ela assumiu a vaga da Mulher Melancia virando a musa do MC Créu, quando Andressa decidiu seguir fazendo eventos pelo brasil, o nome da Mulher Moranguinho e Ellen Cardoso ela e casada com o cantor Naldo Benny, hoje ela não dança mais e se dedica a carreira de digital influencer, e tem a incrível marca de 1 milhão de seguidores nas suas redes sociais.

3 – Mulher Jaca

Dayane Cristina também chegou a ser dançarina do MC Créu, mas o sonho dela era ser cantora mas não conseguiu ter sucesso como cantora, em 2017 ela decidiu promover uma marca de roupas jeans, hoje ela mora em Miami, casou-se com um cubano e tem várias empresas no Brasil.

4- Mulher Maçã

Gracy Kelly foi dançarina de diversos Mcs, e também já chegou a desfilar em diversas escolas de samba, hoje ela mora fora do Brasil e ainda grava algumas participações em, clipes musicais.

5 – Mulher Melão

Renata Frisson e a única que ainda faz sucesso no funk e para tudo por onde passa, tudo começou quando ela desfilou em uma escola de samba e chamou muita atenção, ela adora postar fotos bastante provocantes nas sias redes sociais, e faz participação em diversos clipes além de ter posado em diversas revistas masculinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *